Asae realiza primeira reunião do Comitê Gestor do Fundo de Energia Solar

 Asae realiza primeira reunião do Comitê Gestor do Fundo de Energia Solar

As inscrições para a seleção do financiamento do novo Fundo de Energia Solar encerraram no último dia 06/05. Ao todo, 30 associados e associadas realizaram a inscrição para utilizar o Fundo.

Nessa terça-feira, 10/05, ocorreu a primeira reunião do Comitê Gestor que avaliará a documentação enviada pelos requerentes ao financiamento. O resultado será divulgado tão logo sejam feitas todas as análises.

O Comitê é formado pelos seguintes membros do Conselho de Representantes: Rodrigo Sasso Rodrigues (Regional de Porto Alegre); Claudiomiro da Silva de Oliveira (Unidade Polarizadora de Soledade); Luísa Leopolt Campos (Unidade Polarizadora de Lajeado); Vivairo Zago (Unidade Polarizadora de Soledade); Rafael Hoss (Unidade Polarizadora de Caxias do Sul).

Entenda

Na última reunião do Conselho de Representantes, ocorrida no mês de Março, a Diretoria da Asae apresentou uma proposta de criação de um novo fundo denominado Fundo de Energia Solar. O propósito deste novo fundo é promover uma forma de economia circular, fazendo com que os benefícios sejam distribuídos entre os associados e ainda colaborando na produção de energia elétrica renovável. Marines Rosali, Presidente da Asae, trouxe dados referentes à possibilidade de redução de, no mínimo, 80% na conta de luz, e reforça que foi aprovado um Projeto de Lei em 16 de dezembro de 2021 (Projeto de Lei 5829/2019) pelo Congresso Nacional, e a subsequente sansão presidencial da LEI 14.300, que institui o Marco Legal da Microgeração e Minigeração Distribuída, o Sistema de Compensação de Energia Elétrica (SCEE) e o Programa Social de Energia Renovável Social (PERS), os quais estabelecem conceitos e regras de acesso à rede pelo consumidor; regras de atuação das concessionárias, responsabilidades, regras de compensação de energia elétrica, prazos, entre outras questões. Com isso, o consumidor passa a ter maior segurança da instalação de sistemas de energia Solar.

A presidente da Asae ressalta que no próximo ano poderá haver alterações nesta Lei, razão pela qual destaca que os associados que instalarem o sistema de energia solar ainda neste ano, poderão contar com as regras e com os benefícios atuais. Na ocasião, o Conselho deliberou sobre a proposta apresentada e aprovou por unanimidade a sua implementação como mais um benefício oferecido aos associados e associadas.